Buscar
  • Andre Eyler

É cada vez mais comum o medo de tocar em superfícies que podem estar contaminadas pelo coronavírus.

É cada vez mais comum o medo de tocar em superfícies que podem estar contaminadas pelo coronavírus.

Estudo publicado na revista científica New England Journal of Medicine, dos Estados Unidos, revelou que a sobrevida do vírus em superfícies depende do tipo de material, na qual ele foi depositado.

Pasmem, no plástico e no aço inoxidável, a sobrevida pode chegar a três dias! Segundo o Estudo, a transmissão natural ocorre por espirro ou tosse (forma aerossolizada) e o vírus pode permanecer infeccioso no ambiente.

No cobre a sobrevida não passa de quatro horas.

No papelão pode durar 24 horas. A explicação pode estar na estrutura dos materiais, como a porosidade do plástico e as características físico-químicas do aço inoxidável. A limpeza de superfícies pode ser feita com álcool em gel 70%, água sanitária e sabão. Para mais informações e marcação de consulta entre, por favor, em contato: (83) 8130-1402 | (86) 9494-5695 | (11) 98337-6925. #fiqueemcasa #coronavirus #covid19 #prevençãoaocoronavirus #drandreeyler



3 visualizações

Copyright 2018- 2021 Dr.André Eyler  |  Todos os Direitos Reservados   |    Feito por Ranulfhos